Números Romanos – Um Jeito Simples de Entender


Números romanos é um dos conteúdos comuns nas aulas de matemática e também podemos observá-los nos livros de História, ao ensinar sobre os períodos marcantes da humanidade. Para saber sobre esses números e ver exemplos práticos, confira nosso artigo.

O que são números romanos?

Trata-se de um sistema de numeração criado pelos antigos romanos, no qual são utilizadas letras maiúsculas para representar números. Os chamados algarismos romanos são observados e usados sobretudo nas seguintes situações:

  • Capitulação de um livro;
  • Referência de olimpíadas, assembleias e congressos;
  • Cenas de uma peça de teatro;
  • Nomes de imperadores, reis e papas;
  • Referência de períodos históricos;
  • Alguns tipos de relógios, sobretudo os mais antigos.

Para iniciar o entendimento dos números romanos, vamos começar ao analisar que todos eles são representados por letras maiúsculas, com um total de 7 numerações, conforme a seguir:



– I representa o número 1

– V representa o número 5

– X representa o número 10

– L representa o número 50

– C representa o número 100

– D representa o número 500



– M representa o número 1000

9 Regras dos Números Romanos

Números Romanos

Para entender os números romanos é imprescindível conhecer e anotar essas regras, já que a partir delas evitam-se muitas confusões ao usar as letras que representam os números e fica mais fácil interpretar esses números quando eles são usados em determinadas situações. Vejamos quais são essas regras.

1 – Ao apresentarem-se letras iguais, basta somar os valores.

Exemplos:



  • II corresponde a 2
  • XX corresponde a 20.

2 – A letra maiúscula I só pode ser usada antes do V e do X.

Exemplos:

  • IV corresponde a 4
  • IX corresponde a 9

3 – A letra X é empregada apenas antes do L e do C.

Exemplos:



  • XL corresponde a 40
  • XC corresponde a 90

4 – Nos números romanos, a letra C é usada apenas antes do D e do M.

Exemplos:

  • CD corresponde a 400
  • CM corresponde a 900

5 – Nos casos em que entre duas letras quaisquer exista outra menor, o valor da letra menor pertencerá à letra seguinte.

Exemplos:

  • XIX corresponde a 19
  • LIV corresponde a 54

6 – Para representar os números romanos que são maiores que 4000 é preciso usar um traço que deve ficar localizado bem acima das letras. Esse traço refere-se à multiplicação do número por mil.

Exemplo:

Números romanos

 (corresponde a 1000 multiplicado por 1000 que é igual a 1 milhão)

7 – Duas letras diferentes nas quais a que representa menor número vem antes da maior, é preciso subtrair os seus valores.

Exemplos:

  • IV corresponde a 4
  • IX corresponde a 9

8 – Duas letras diferentes, que colocam na sequência o maior número antes do menor, devem ser somados os valores.

Exemplos:

  • VI corresponde a 6
  • XI corresponde a 11
  • XII corresponde a 12

9 – Em números romanos, as letras I, X, C e M só podem ser agrupadas apenas seguidas por três vezes.

Exemplos:

  • III corresponde a 3
  • XXX corresponde a 30

Curiosidades Sobre os Números Romanos

Além de saber as regras dos números romanos, é interessante estar por dentro de algumas curiosidades que envolvem o surgimento e demais informações sobre esses números.

– Os números romanos foram criados no período da Roma Antiga com o objetivo de facilitar os cálculos matemáticos realizados nas mais variadas atividades do dia a dia, tais como agricultura, comércio, registros de pessoas etc.

Foi dessa maneira que o povo romano elaborou um sofisticado sistema de numeração utilizando as letras do alfabeto.

– Pelo fato de os romanos não conhecerem a representação do zero, o sistema criado por eles (números romanos) não possui uma letra que represente esse número.

Exemplos de Números Romanos

Em anos

2017 corresponde a MMXVII

2018 corresponde a MMXVIII

2019 corresponde a MMXIX

2020 corresponde a MMXX

Em séculos

1701 a 1800 corresponde a XVIII

1801 a 1900 corresponde a XIX

1901 a 2000 corresponde a XX

2001 a 2100 corresponde a XXI

Depois de aprender números romanos, compartilhe esse conteúdo com outras pessoas para que elas também fiquem bem informadas e confira nossas demais matérias sobre diferentes áreas de conhecimento.

Imagens: blog.portalpravaler.com.br / gestaoeducacional.com.br