Renascimento Cultural – O Que é, Como Surgiu, Grandes Nomes


O chamado Renascimento Cultural foi um importante movimento que começou na Itália, mais precisamente durante o século 14, tendo se estendido por toda a Europa até o século 16.

Devido à ampla importância desse movimento, que foi considerado uma revolução cultural, as características dele até hoje são observadas em diversas obras literárias, pinturas, esculturas, obras arquitetônicas etc. Para saber detalhes sobre as características, importância e principais nomes do Renascimento, confira nosso artigo.

Como surgiu o Renascimento Cultural

O Renascimento Cultural emergiu em um momento de forte crise do período medieval, no qual a arte e a manifestação do belo (no contexto artístico) não tinha muita relevância.



Características do Renascimento Cultural

No que diz respeito às características do Renascimento Cultural, são essas as que mais se destacam:

Busca do conhecimento em diversas áreas

Os renascentistas almejavam um entendimento mais abrangente do mundo e de várias áreas do conhecimento (Química, Botânica, Anatomia, Matemática, Biologia, Física, Astronomia etc.). Um dos grandes nomes do Renascimento que exemplificam isso é o de Leonardo da Vinci, que desenvolveu importantíssimos trabalhos e observações nos mais diversos campos do conhecimento.

Valorização da antiguidade clássica (greco-romana)

No pensamento dos artistas renascentistas, a arte na Roma e Grécia antigas possuía um valor estético muito superior àquele apresentado durante a Idade Média. É exatamente por esse motivo que, sobretudo, as esculturas renascentistas apresentam forte semelhança com as esculturas produzidas na Grécia Antiga.

Valorização da estética

Uma das marcas do Renascimento Cultural é o forte comprometimento com o senso estético. Este senso é observado em todos os aspectos que envolvem o trabalho de artistas: escrita, arquitetura, pintura, escultura etc.

Valorização do humano

De acordo com o movimento renascentista, o ser humano é o elemento decisivo na condução da história da humanidade. Essa visão é oposta àquela adotada durante a Idade Média, a de Deus está no centro e comanda o “destino” da humanidade.

Valorização da razão e da ciência

Outro ponto de alta relevância do Renascimento Cultural é a valorização da razão e da ciência. Para os renascentistas, era de extrema importância que os fenômenos fossem explicados de forma científica e não de acordo apenas com as explicações fornecidas pela Igreja Católica (que detinha um imenso poder durante a Idade Média) ou demais fontes que não seguiam métodos científicos de comprovação.



Principais nomes do Renascimento Cultural

Lorenzo de Medici (1449-1492, Itália)

A família Medici era a mais poderosa no período do Renascimento, já que eles governavam a cidade de Florença na Itália e possuíam diversos empreendimentos. Ainda que Lorenzo de Medici não tenha adquirido fama com suas obras, ele e sua família ajudaram diversos artistas italianos a estimularem a financiar o trabalho de importantes nomes do Renascimento.

Francesco Petrarca (1304-1374, Itália)

Francesco Petrarca é conhecido como o “pai do Renascimento” ao retomar os valores humanistas da educação clássica. Além de um importante trabalho desenvolvido na área da educação, Petrarca se destacou no campo da poesia lírica.

Principais obras:

  • Triunfos
  • Sobre a Vida Solitária
  • África
  • O Cancioneiro

Filippo Brunelleschi (1377-1446, Itália)

Este é considerado um dos nomes mais importantes nas áreas de engenharia, arquitetura e design. Brunelleschi foi um notável planejador e supervisor das construções mais belas da Itália renascentista.



Principais obras arquitetônicas:

  • Cúpula da Catedral de Florença
  • Capela Pazzi
  • Hospital dos Inocentes

Michel de Montaigne (1533-1592, França)

Montaigne é considerado um dos nomes mais importantes do Humanismo na França durante o período do Renascimento Cultural. A influência desse escritor foi tão importante que Montaigne inspirou importantes nomes como Francis Bacon, René Descartes e Jean-Jacques Rousseau.

Principal obra:

  • Ensaios.

Michelangelo (1475-1564, Itália)

Michelangelo é um dos nomes mais lembrados do Renascimento Cultural, sendo considerado como um dos “Homens do Renascimento. ” Michelangelo atuou como escultor, pintor, poeta, engenheiro e arquiteto. Uma de suas obras mais notáveis é a pintura realizada na Basílica de São Pedro.



Principais obras:

  • Davi
  • A Criação de Adão
  • Basílica de São Pedro
  • O Dia do Juízo Final
  • Pietà

Leonardo da Vinci (1452-1519, Itália)

Renascimento cultural

Este é certamente um dos nomes mais relevantes do Renascimento Cultural e da história. Leonardo da Vinci atuou em diferentes áreas de conhecimento e seu trabalho trouxe imensas contribuições para a ciência e as artes. Entre as áreas nas quais da Vinci atuou, estão: pintura, escultura, arquitetura, engenharia, matemática, biologia e botânica.

Principais obras:

  • Mona Lisa
  • O Homem Vitruviano
  • A Última Ceia
  • Cavaleiro Mecânico
  • Tanque

Galileo Galilei (1564-1642, Itália)

Galilei foi um importante cientista que iniciou os primeiros trabalhos com o objetivo de comprovar fenômenos com base na razão e não somente no que era determinado como regra pela Igreja Católica.  Esse cientista é considerado o “Pai da Ciência Moderna” e “Pai da Astronomia Observacional. ”

Principais obras:

  • Discursos e Demonstrações Matemáticas sobre Duas Novas Ciências
  • Diálogo sobre os Dois Principais Sistemas do Mundo
  • Sidereus Nuncius

Depois dessas informações sobre o Renascimento Cultural, confira nossos demais conteúdos sobre cultura, literatura e Língua Portuguesa.

Imagens: ctrlzeta.com.br / pensador.com