Cecília Meireles: Biografia Resumida, Vida e Obras


Esta frase de Cecília Meireles “Aprendi com as primaveras a deixar-me cortar e a voltar sempre inteira” demonstra a sensibilidade dessa mulher que é considerada uma das maiores poetas do Brasil e do mundo. Para saber detalhes sobre a importância de Cecília para a literatura brasileira e informações sobre sua vida e obras, confira nosso artigo.

Cecília Meireles – biografia resumida

  • Nome completo: Cecília Benevides de Carvalho Meireles
  • Data de nascimento: 07/11/1901
  • Local de nascimento: Rio de Janeiro – RJ
  • Formação: formou-se professora na Escola Normal no Rio de Janeiro, estado no qual passou a exercer suas funções no magistério. Cecília também atuou no jornalismo.
  • Foi casada com: Fernando Correia Dias (de nacionalidade portuguesa). Atuava como pintor, desenhista, ilustrador e artista plástico. Fernando foi o primeiro marido de Cecília. Tempos depois de ficar viúva, Cecília veio a se casar com Heitor Vinícius da Silva Grilo, engenheiro.
  • Data de falecimento: 09/11/1964 (aos 63 anos)
  • Motivo da morte: câncer

Principais contribuições para a literatura brasileira

Cecília Meireles se destaca até hoje por ter sido a primeira voz feminina com grande influência na literatura brasileira. Além das belíssimas poesias, Cecília produziu crônicas, contos, livros infantis e folclóricos.

Pelo fato de ter estudado teoria educacional, Cecília Meireles também ajudou a pensar a educação brasileira em sua época, trazendo grandes contribuições para a educação e cultura no nosso país. Inclusive, no ano de 1934, Cecília fundou a primeira Biblioteca Infantil no Brasil.



A obra literária de Cecília Meireles reúne de forma ímpar aspectos religiosos, filosóficos e reflexivos, o que trouxe grandeza a cada obra. Cecília aborda com notável sensibilidade temas referentes ao amor, ao tempo, à transitoriedade da vida e demais questões que de alguma forma afligem as pessoas até hoje. É possível dizer que a obra de Cecília Meireles é imortal.

Cecília Meireles – vida

Nascida no bairro de Rio Comprido, na cidade do Rio de Janeiro, o pai de Cecília era funcionário do Banco do Brasil e sua mãe lecionava para o Ensino Fundamental na rede pública. Antes mesmo de Cecília nascer, seu pai faleceu. A mãe de Cecília também falece logo depois de ela completar 3 anos. Por esse motivo, a poeta foi criada por sua avó materna.

Cecília Meireles, sempre estudiosa, formou-se professora em 1917 e também estudou música e línguas. Já em 1917 passou a lecionar nas escolas oficiais do Rio de Janeiro. Em 1919 (aos 18 anos), publica seu primeiro livro de poemas com o título “Espectros”.

No ano de 1922, Cecília Meireles casou-se com Fernando Correia Dias, artista plástico com o qual a poeta teve 3 filhas.  Nos anos de 1930 e 1931, Cecília atuou como jornalista, tendo publicado importantes crônicas sobre os principais problemas da educação enfrentados no Brasil. No ano de 1935, o primeiro marido de Cecília vem a falecer.

De 1936 a 1938, Cecília Meireles ensinou Literatura Luso-Brasileira na Universidade do Distrito Federal. Em 1940, a poeta se casou pela segunda vez com o engenheiro agrônomo e professor Heitor Grilo.  Ainda em 1940, Cecília ensinou Literatura e Cultura Brasileira na Universidade do Texas.

Cecília viajou por diversas regiões do mundo (Europa, Estados Unidos, Ásia, África etc.) fazendo conferências sobre Literatura Brasileira, educação e folclore.



Em todas essas viagens, o amor pela escrita fez com que Cecília produzisse inúmeras poesias que renderam vários livros. Quando Cecília Meireles faleceu, em 9 de novembro de 1964, o velório ocorreu no Ministério da Educação e Cultura, tamanha a importância dessa mulher para a literatura, cultura e educação no Brasil.

Cecília Meireles – obras

Cecília Meireles

Cecília Meireles produziu muito tanto na literatura quanto na área da educação. Aqui destacamos as principais obras da poeta:

  • 1919 – Espectros (primeiro livro)
  • 1923 – Criança, meu amor
  • 1923 – Nunca mais
  • 1923 – Poema dos Poemas
  • 1925 – Baladas para El-Rei
  • 1929 – O Espírito Vitorioso
  • 1930 – Saudação à menina de Portugal
  • 1933 – Batuque, samba e Macumba
  • 1937 – A Festa das Letras
  • 1939 – Viagem
  • 1940 – Olhinhos de Gato
  • 1942 – Vaga Música
  • 1944 – Poetas Novos de Portugal
  • 1945 – Mar Absoluto
  • 1945 – Rute e Alberto
  • 1948 – Rui – Pequena História de uma Grande Vida
  • 1949 – Retrato Natural
  • 1950 – Problemas de Literatura Infantil
  • 1952 – Amor em Leonoreta
  • 1952 – Doze Noturnos de Holanda e o Aeronauta
  • 1953 – Romanceiro da Inconfidência
  • 1953 – Poemas Escritos na Índia
  • 1953 – Batuque
  • 1955 – Pequeno Oratório de Santa Clara
  • 1955 – Pistoia, Cemitério Militar Brasileiro
  • 1955 – Panorama Folclórico de Açores
  • 1956 – Canções
  • 1956 – Giroflê, Giroflá
  • 1957 – Romance de Santa Cecília
  • 1957 – A Bíblia na Literatura Brasileira
  • 1957 – A Rosa
  • 1958 – Obra Poética
  • 1960 – Metal Rosicler
  • 1963 – Poemas de Israel
  • 1963 – Antologia Poética
  • 1963 – Solombra
  • 1964 – Ou Isto ou Aquilo
  • 1964 – Escolha o Seu Sonho
  • 1966 – O Menino Atrasado
  • 1968 – Antologia Poética
  • 1968 – Poemas Italianos
  • 1972 – Flor de Poemas
  • 1973 – Poesias Completas
  • 1974 – Elegias
  • 1979 – Flores e Canções
  • 2001 – Canção da Tarde no Campo
  • 2001 – Crônicas de educação
  • 2007 – Episódio Humano

Depois de saber sobre Cecília Meireles, veja nossos demais conteúdos sobre Literatura Brasileira.



Imagens: globaleditora.com.br / slideplayer.com.br