Barroco no Brasil – Como Surgiu, Características e Autores

Barroco no Brasil

O Barroco no Brasil é um dos movimentos culturais mais importantes, abrangendo a literatura, pintura e artes em geral. Para saber a importância do Barroco especialmente no Brasil, confira nosso artigo.

Como surgiu o Barroco no Brasil?

O Barroco no Brasil não ocorreu de forma rápida. Em Portugal, esse movimento cultural teve início em 1580 e término em 1756. Já no Brasil, o Barroco começou em 1601 e durou até 1768, transformando-se de forma gradativa em um estilo de época.

O Barroco foi surgindo no Brasil na mesma época em que o país estava se organizando economicamente na condição de país colônia com grande parte da economia sustentada na produção de açúcar. Nesse período, apenas os estados de Pernambuco e Bahia apresentavam algumas atividades culturais.



Um dos marcos quanto ao surgimento do Barroco no Brasil foi a expulsão de forma definitiva dos franceses, em 1615, e as invasões holandesas que ocorreram na Bahia em 1624 e em Pernambuco em 1630. Nesse período, a região Nordeste do país passou por diversas transformações econômicas até que ocorreu a expulsão dos holandeses em 1654.

Depois desse período, devido à descoberta do ouro e demais minérios no estado de Minas Gerais, as atividades econômicas saíram do Nordeste para ganhar notoriedade na região Sudeste do país, o que contribuiu para o desenvolvimento cultural nessa região.

Dessa forma, o Barroco no Brasil é considerado o movimento artístico mais relevante do período colonial, tendo colocado em evidência principalmente a fé popular e o catolicismo. O grande marco literário do Barroco no Brasil ocorreu em 1601 a partir da publicação de “Prosopopeia”, um importante poema épico de autoria de Bento Teixeira, um dos nomes mais relevantes no Barroco.

É importante frisar que o Barroco no Brasil foi muito além de um movimento literário, já que ele abrangeu a arte como um todo (arquitetura, pintura, escultura, música etc.). O estilo Barroco foi o estilo dominante no século 17, sendo um dos temas mais estudados na História, literatura e artes no Brasil.

Características do Barroco no Brasil

No que diz respeito às características do Barroco no Brasil, tanto com relação à literatura quanto às pinturas e esculturas, é possível salientar as seguintes:

  • Adoção de uma linguagem dramática, com certo teor pessimista;
  • Valorização dos detalhes;
  • Rebuscamento e exagero;
  • Presença de um jogo de contrastes;
  • Arte dualista;
  • Jogo de ideias (conceptismo);
  • Jogo de palavras (cultismo);
  • União do religioso e do profano;
  • Adoção de diversos tipos de figuras de linguagem;
  • Racionalismo.

Autores do Barroco no Brasil

Poetas

  • Bento Teixeira (1561-1618), autor de “Prosopopeia”;
  • Frei Vicente de Salvador (1564-1636), autor de “História da Custódia do Brasil” e “História do Brasil”;
  • Gregório de Matos (1633-1696), autor de diversas poesias;
  • Manuel Botelho de Oliveira (1636-1711), autor de “Música do Parnaso”;
  • Frei Manuel de Santa Maria de Itaparica (1704-1768), autor de “Descrição da Ilha de Itaparica” e “Eustáquios”;

Escultores

  • Frei Agostinho de Jesus (1600-1661), um dos primeiros escultores a trabalhar no Brasil;
  • Antônio Francisco Lisboa (Aleijadinho), (1730-1814), um dos escultores mais renomados do Brasil colonial;
  • Frei Jesuíno do Monte Carmelo (1764-1819), além de escultor, foi arquiteto, pintor, músico e poeta.

Pintores

  • José Joaquim da Rocha (1737-1807). Sua produção foi desenvolvida sob o domínio da arte sacra devido à forte influência da Igreja Católica;
  • José Teófilo de Jesus (1758-1847), um dos mais renomados representantes da Escola Baiana de Pintura;
  • Mestre Ataíde (1762-1830), um dos mais destacados artistas do chamado Barroco-Rococó.

Sugestões de leitura sobre o Barroco Brasileiro

Barroco no Brasil



  • Barroco – Teoria e Análise (Affonso Ávila)
  • Barroco e Rococó no Brasil (Myriam Andrade Ribeiro de Oliveira)
  • O Barroco no Brasil (Eduardo Etzel)
  • Arte Colonial – Barroco e Rococó, Século 16 ao 18 (Percival Tirapeli)
  • Crônica do Viver Baiano Seiscentista – Os Bons Homens (Gregório de Matos)
  • Seleção de Obras Poéticas (Gregório de Matos)
  • Crônica do Viver Baiano Seiscentista – O Burgo (Gregório de Matos)
  • A Prosopopeia (Bento Teixeira)
  • A Ilha da Maré (Manuel Botelho de Oliveira)
  • O Sermão do Bom Ladrão (Padre Antônio Vieira)
  • Sermão do Mandato (Padre Antônio Vieira)
  • O Sermão da Sexagésima (Padre Antônio Vieira)
  • De Profecia e Inquisição (Padre Antônio Vieira)
  • Arte Barroca Brasileira (Alex Salim)
  • O Universo Mágico do Barroco Brasileiro (Emanoel Araújo).

Depois de saber detalhes sobre o Barroco no Brasil, fique por dentro de outros conteúdos sobre Literatura Brasileira.

Imagens: qualviagem.com.br / zoom.com.br