Texto Narrativo – 6 Características, Tipos e Dicas de Como Fazer

O texto narrativo é um dos mais utilizados no jornalismo, na literatura e no ambiente escolar. Para saber todos os detalhes sobre ele e aprender a elaborar excelentes textos narrativos, confira nosso post.

6 Características do texto narrativo

Os textos narrativos possuem basicamente 6 características que os diferencia dos demais tipos textuais. Essas características são:

1 – Presença de um narrador

Uma das características fundamentais de uma narração é justamente a presença de um narrador que tem a função de contar o enredo que envolve tempo, espaço, personagem e ação. O narrador pode atuar apenas contando a história (sem participar dela) ou ter participação nas ações.



2 – Existência de um enredo

O enredo consiste na estrutura da história, fazendo os necessários entrelaçamentos de personagens, conflitos, tempo e espaço. A estrutura de uma narração é composta por:

  • Introdução ou apresentação: nessa etapa o autor apresenta o local, tempo e personagens que integram a história;
  • Desenvolvimento: nessa etapa, grande parte da história é narrada abordando principalmente as ações dos personagens;
  • Clímax: trata-se de uma das partes do desenvolvimento na qual a história atinge o ponto de maior emoção;
  • Desfecho: momento em que a história chega ao fim, sendo narrados acontecimentos referentes à conclusão.

3 – Presença de personagens

Os personagens são elementos essenciais de um texto narrativo, já que é a partir deles que todo enredo se desenvolve. Os personagens são classificados em principais e secundários.

4 – É determinado um tempo específico

Outra das características básicas de um texto narrativo é a determinação de um tempo específico no qual a história se realiza. Essa determinação do tempo pode ser cronológica (que segue a ordem dos acontecimentos) ou psicológico (quando a ação já aconteceu e o narrador apenas recorda os fatos).

5 – Ocorre em um determinado espaço

Todo texto de narração requer a existência de um lugar para que a história aconteça. Esse espaço pode ser definido como um ambiente físico restrito, uma cidade, ambiente social etc.

6 – Há um tipo específico de enredo

O discurso utilizado na narração pode se tratar de um discurso direto (que é quando a própria personagem fala) ou indireto (quando o narrador interfere na fala dos personagens).

Tipos de textos narrativos

Com relação aos tipos de textos narrativos, os mais conhecidos (e utilizados) são:



  • Romance;
  • Novela;
  • Conto;
  • Crônica;
  • Fábula;
  • Parábola;
  • Apólogo;
  • Lenda.

Dicas de como fazer uma excelente narração

texto narrativo

Ler textos narrativos

Para quem deseja fazer excelentes textos narrativos, o primeiro grande passo é ler romances, contos e crônicas nos quais predominam a narração. As literaturas brasileira e estrangeira são ricas em autores notáveis pela capacidade de narrações. Por meio da leitura é possível aprimorar muito a habilidade na construção de textos, sejam eles narrativos, dissertativos etc.

Ler jornais e revistas

Seja pela internet ou na versão impressa, outra excelente maneira de observar as características de um texto narrativo é ler jornais e revistas, acompanhando exatamente a estrutura utilizada pelo jornalista. É importante frisar que, ao contrário do texto narrativo literário, os textos jornalísticos devem ser claros e objetivos, evitando equívocos quanto à interpretação. Dessa maneira, é preservada a narração fiel de determinado fato.

Caprichar na estrutura

É de suma importância que o narrador não esqueça nenhuma etapa quanto à estrutura da narração (conforme mencionado acima), já que ao “pular” uma dessas etapas, a história é prejudicada e dificulta a compreensão para o leitor.



Fazer definições claras na introdução

Personagens, espaço, tempo e demais itens que integram a estrutura dos textos narrativos devem ser definidos com clareza já na introdução para que a partir dessas informações iniciais os leitores já consigam compreender todo o desenrolar da história.

Antes de elaborar a introdução, o autor necessita estabelecer as características físicas e psicológicas dos personagens e fazer um apontamento objetivo do tempo e espaço onde a história ocorre.

Não esquecer nenhum detalhe no desfecho

O desfecho na narração deve concluir todo enredo, seja com relação aos personagens principais ou secundários. Muitos autores iniciantes cometem o erro de esquecer algum detalhe que pode atrapalhar bastante o entendimento do leitor.

Treinar, treinar e treinar

É impossível fazer um excelente texto narrativo sem treinar. Por isso, é indispensável exercitar a elaboração de narrações de forma constante e sempre pedir dicas de aperfeiçoamento aos professores.

Imagens: ielts-academic.com / exame.abril.com.br



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *