Preposição – Tipos, Quais são, Definição, Conjunção e Exemplos Práticos


Preposição

A preposição consiste em uma das classes de palavras da língua portuguesa, sendo estudada no Ensino Fundamental, Médio e conteúdo cobrado nos vestibulares, Enem e concursos públicos em todo país. Para conhecer detalhes sobre esta matéria, confira nosso post.

Definição de preposição

Trata-se de uma palavra invariável que possui a função de ligar dois termos da oração, subordinando um ao outro. O termo que requer o emprego da preposição é chamado de regente, enquanto que o termo introduzido por ela é classificado como regido.

Exemplos:



  • É um programa impróprio para (impróprio = regente. Menores=regido)
  • Suas primas moravam em (moravam=regente. Roma=regido)

O uso dessa classe de palavra também serve para ligar duas orações de um período, fazendo a subordinação de uma oração a outra. Nessa situação, a preposição funciona como uma conjunção. Exemplos:

  • Fiz de tudo para te prevenir.
  • Foi advertido por estar se comportando errado.

Essa definição demonstra que o termo regente (aquele que pede uma preposição) pode se tratar de um nome ou um verbo, que é quando entram as regras de regência nominal e regência verbal.

Classificação das preposições

As preposições podem ser classificadas em essenciais e acidentais. Vejamos cada uma delas.

Essenciais

Consiste naquelas que sempre funcionam como preposição. Elas são:

  • A
  • Ante
  • Após
  • Até
  • Com
  • Contra
  • De
  • Desde
  • Em
  • Entre
  • Para
  • Per
  • Perante
  • Por
  • Sem
  • Sob
  • Sobre
  • Trás

Acidentais

São palavras que, embora não se tratem efetivamente de preposições, funcionam como tal. Essas palavras são:

  • Afora
  • Conforme
  • Consoante
  • Durante
  • Exceto
  • Salvo
  • Malgrado

Como funciona o emprego das preposições

preposição



A aplicação das preposições é realizada em 5 situações:

1 – As preposições per, a, em e de podem aparecer unidas com outras palavras. Nos casos em que a junção da preposição com outra palavra não acarreta alteração fonética, ocorre o que é chamado de combinação. Já nos casos em que ocorre uma alteração fonética, teremos a contração.

Casos de combinação

  • Ao (a+o)
  • Aos (a+os)
  • Aonde (a+onde)

Casos de contração

  • Do (de+o)
  • No (em+o)
  • Dum (de+um)
  • Num (em+um)
  • Desta (de+esta)
  • Neste (em+este)
  • Pelo (per+o)
  • Pelas (per+as)
  • Dalguma (de+alguma)
  • Doutro (de+outro)

2 – A preposição a pode se fundir com outro a (ou as). Essa fusão de dois as deve ser indicada pelo acento grave que caracteriza crase.

  • Vou a+a escola.

Vou à escola.



  • Fizeram referência a+as colegas.

Fizeram referência às colegas.

3 – Na norma culta da língua, a preposição de não deve ser contraída com o artigo que encabeça o sujeito de um verbo.

  • Está na hora de a gata beber água. (não deve ser utilizado: Está na hora da onça beber água)
  • Chegou o momento de ela (não deve ser utilizado: Chegou a hora dela sair)

4 – Quase todas as preposições assumem diversos valores semânticos:

  • Era uma sala de dois (quantidade)
  • Discursava para (finalidade)
  • Ver de (lugar)
  • Ela vem de Porto Alegre. (origem)
  • Veio de avião. (meio)
  • Saiu com as amigas. (companhia)
  • Formou-se em (especialidade)
  • Morreu de (causa)
  • Falava de política. (assunto)
  • A casa de Aline está passando por uma reforma. (posse)
  • Usava um chapéu de (material)
  • Vivia sem (ausência ou falta)
  • Sentia-se à (modo)
  • Ano após ano, ele repete os mesmos resultados. (tempo)
  • Cortou o fio com uma tesoura. (instrumento)
  • Puseram-se contra (oposição)
  • Mensalidade de cinquenta reais. (valor)
  • Tomou uma xícara de chá. (conteúdo)

5 – A preposição a (quando ocorre a combinação ao ou na contração à) pode ser utilizada para indicar proximidade:

  • Luana queria sentar-se à mesa com a família.
  • Rodrigo descansava à sombra de uma árvore.

Locução prepositiva

A locução prepositiva consiste em um conjunto de duas ou mais palavras com o mesmo valor de preposição. Exemplos:

  • Por entre
  • Perto de
  • Para com
  • Junto de
  • Embaixo de
  • Em vez de
  • Em frente a
  • De encontro a
  • De acordo com
  • Através de
  • Apesar de
  • Ao lado de
  • Ao encontro de
  • Antes de
  • Acerca de
  • Abaixo de
  • A fim de
  • A despeito de

Para fixar o aprendizado recomenda-se fazer listas de exercícios específicos sobre preposições, fazendo com que alunos, professores e profissionais da escrita adquiram cada vez mais domínio com relação ao assunto. A partir dessas regras básicas quanto à preposição fica fácil compreender a importância dessa classe de palavras na língua portuguesa.

Imagens: acritica.com / odontologiaeconcursos.com.br