O Que é Neologismo? Conceito, Exemplos e Livros


Para entender o que é neologismo, o primeiro passo é compreender que a linguagem não é um fenômeno estático. Ou seja, ela é afetada, com o passar do tempo, por fatores culturais, comportamentais, regionais etc.

Exatamente, o que é neologismo?

Neologismo é a formação de novos termos ou expressões de uma língua, que surgem na maioria das vezes para suprir necessidades ou lacunas temporárias ou permanentes com relação a um novo conceito. Resumidamente, neologismo consiste na criação de novas palavras pelos falantes da língua.

Como os neologismos são formados?

Para entender o que é neologismo e como essas palavras são formadas, é importante ter em mente que esse processo ocorre mediante aglutinação, justaposição, sufixação, prefixação, entre outros. Com relação ao período em que o neologismo se torna usual, ele pode ser classificado como momentâneo, transitório ou permanente, de acordo com as análises realizadas pela semântica da língua portuguesa.



Tipos de neologismo

São 3 os tipos de neologismo: semântico, lexical e sintático. Vejamos cada um.

Semântico

Trata-se de uma palavra que já existe no dicionário, mas que adquire um novo significado. Exemplos:

  • Ana está a fim do João Carlos (Ana está interessada em João Carlos);
  • Gustavo, não será possível, deu zebra. (alguma coisa não deu certo);
  • Devido ao desemprego, Marcelo fazia bicos. (trabalhos temporários).

Lexical

Refere-se à criação de uma palavra nova no vocabulário, que não necessariamente segue regras formais. Exemplos:

  • “Googlar” (refere-se à realização de uma pesquisa no Google);
  • “Internetês” (linguagem própria da internet);
  • Abobado (aquele que é bobo, sonso).

Sintático

Este tipo de neologismo consiste numa construção sintática que passa a ter um significado específico. Exemplos:

  • Henrique me deu um bolo. (Henrique não foi ao encontro);
  • A operação-desmonte revelou diversos corruptos em todo país;
  • Francisco reinventa a Igreja Católica papalizando com humildade;
  • A não-informação traz grandes problemas para a comunicação.

Diferença entre neologismo e estrangeirismo

Além de aprender o que é neologismo, é importante saber diferenciá-lo do estrangeirismo. Enquanto o neologismo consiste na criação e/ou adaptação de vocábulos para a língua portuguesa, sem se importar se isso ocorre a partir de um empréstimo linguístico, o estrangeirismo é caracterizado pela inclusão de uma determinada expressão ou palavra de outra língua no vocabulário da língua portuguesa.

Exemplos:

  • A palavra futebol é uma adaptação da palavra em inglês “football”;
  • A palavra buquê é uma adaptação da palavra em francês “bouquet”;
  • A palavra abajur é uma adaptação da palavra em francês “abat-jour);
  • Mouse;
  • Show;
  • Hot dog;
  • Feedback;
  • Site;
  • Shopping;
  • Pizza;
  • Fashion;
  • Garçom;
  • Royalty;
  • Ok;
  • Croissant;
  • Designer;
  • Cappuccino;
  • Reveillon;
  • Pink.

Onde os neologismos são empregados?

O uso dos neologismos é mais comum do que pensamos, e no dia a dia, muitas vezes utilizamos essas expressões sem perceber. Eles são empregados na internet, ciências, literatura, música etc. Vejamos alguns casos:



  • Exemplos de neologismo na internet: vc, blz, xau, bejo etc.;
  • Exemplos de neologismo na música: caetanear, djavanear etc.;
  • Exemplos de neologismo na literatura: “Que pode uma criatura senão, entre criaturas, amar? Amar e esquecer, amar e malamar, amar, desamar, amar? Sempre, e até de olhos vidrados, amar?” (Carlos Drummond de Andrade).

Os melhores livros para neologismo

O que é neologismo

Para quem deseja aprofundar os conhecimentos sobre o que é neologismo, nada melhor que saber quais são os melhores livros sobre este assunto:

  • O Léxico de Guimarães Rosa (Nilce Sant’Anna Martins);
  • Estudos de Neologismos (Jéssica Câmara Siqueira);
  • Neologia em Português – Série Estratégias de Ensino (Margarita Correia);
  • Neologismos de Língua Inglesa (Martha Steinberg);
  • Teoria Lexical (Margarida Basílio);
  • Neologia das Línguas Românicas (Ieda Maria Alves e Eliane Simões Pereira);
  • Glossário de Neologismos Da Ciência da Informação (Jéssica Câmara Siqueira);
  • Neologismo – Criação lexical (Ieda Maria Alves);
  • O que é neologismo? (Nelly Carvalho);
  • Criação neológica – teoria e prática (Nelly Carvalho);
  • Viva a Língua Brasileira (Sérgio Rodrigues).

Cada um desses livros é de grande utilidade para professores, estudantes e profissionais ligados à área da escrita que desejam conhecer um pouco mais sobre neologismo e como ele pode enriquecer nossa língua e comunicação no dia a dia. Grandes escritores brasileiros como João Guimarães Rosa e Manuel de Barros são até hoje conhecidos pelo emprego genial dos neologismos em suas obras.

Compreender o que é neologismo também favorece a criatividade no uso das palavras, sendo esse recurso também muito utilizado na literatura infantil.



Imagens: conceptodefinicion.de / altoastral.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito − dois =