Morfologia – 10 Classes Morfológicas, Resumo, Exemplos e Significado


A morfologia é o campo mais estudado na Língua Portuguesa, sendo determinante para melhor compreensão e escrita. Para saber exatamente no que ela consiste e quais os conteúdos que ela abrange, confira nosso post.

O que é morfologia?

Consiste numa das áreas da linguística responsável por estudar as estruturas e/ou formação das palavras. Em outras palavras, a morfologia significa, estudo da forma (estudo da forma da palavra).

Quais são as classes da morfologia?

São 10 as classes morfológicas ou gramaticais estudadas, sendo que cada uma delas possui uma função específica na estruturação das palavras.



As classes morfológicas são classificadas em:

Palavras variáveis

  • Artigo;
  • Substantivo;
  • Verbo;
  • Adjetivo;
  • Pronome;
  • Numeral.

Essas classes de palavras são chamadas de variáveis justamente porque variam de acordo com gênero (masculino e feminino), número (singular e plural) e grau (aumentativo e diminutivo).

Palavras invariáveis

  • Advérbio;
  • Preposição;
  • Interjeição;
  • Conjunção.

Essas palavras são consideradas invariáveis justamente por não variarem de acordo com gênero (masculino e feminino), número (singular e plural) e grau (aumentativo ou diminutivo).

10 Classes Morfológicas de palavras 

Depois de conhecer quais são as classes variáveis e invariáveis, vejamos a função de cada uma delas.

1 – Artigos

São utilizados para determinar o gênero e o número das palavras. Os artigos são classificados em definidos e indefinidos.

  • Definidos: o, a, os, as.
  • Indefinidos: um, uma, uns, umas.

2 – Substantivos

Essa classe de palavras estudada pela morfologia serve para nomear seres em geral. Os substantivos podem ser classificados em:



  • Simples;
  • Composto;
  • Concreto;
  • Abstrato;
  • Primitivo;
  • Derivado;
  • Coletivo;
  • Comum;
  • Próprio.

3 – Adjetivos

Os adjetivos são empregados para atribuir qualidades e estados aos seres. Eles são classificados como:

  • Simples;
  • Composto;
  • Primitivo;
  • Derivado.

4 –  Verbos

Os verbos são utilizados para indicar ações, estado ou fenômeno. Eles são definidos como verbos regulares ou irregulares.

  • Exemplos de verbos regulares: falar, correr, conhecer, entender, passear etc.
  • Exemplos de verbos irregulares: dar, estar, haver, poder, fazer etc.

5 – Pronomes

Os pronomes são empregados como acompanhamento dos substantivos, podendo também substituí-los. Eles são classificados em:

  • Pronomes pessoais (caso reto e caso oblíquo);
  • Pronomes possessivos;
  • Pronomes demonstrativos;
  • Pronomes de tratamento;
  • Pronomes indefinidos;
  • Pronomes relativos;
  • Pronomes interrogativos.

6 – Preposições

As preposições têm por objetivo conectar dois termos de uma mesma oração, estabelecendo uma relação de subordinação. Elas são classificadas em preposições de:



  • Finalidade;
  • Lugar;
  • Instrumento;
  • Modo;
  • Causa;
  • Tempo;
  • Distância.

7 – Numerais

A classe de morfologia definida como numerais serve para determinar uma quantidade de tudo que existe, sendo eles classificados como:

  • Cardinais;
  • Ordinais;
  • Fracionários;
  • Coletivos;
  • Multiplicativos.

8 – Interjeições

Elas são usadas para indicar sentimentos, emoções, sensações e estados de espírito, sendo empregadas em contextos de:

  • Contrariedade;
  • Advertência;
  • Espanto;
  • Saudação;
  • Ajuda;
  • Dúvida;
  • Afugentamento;
  • Desculpa;
  • Alegria;
  • Desejo;
  • Tristeza;
  • Medo;
  • Concordância;
  • Alívio;
  • Desaprovação;
  • Animação;
  • Aprovação.

Exemplos de interjeições:

  • Oba!
  • Cuidado!
  • Atenção!
  • Ufa!
  • Coragem!
  • Ah!
  • Oxalá!

Obs.: as interjeições geralmente são acompanhadas pelo ponto de exclamação e também são muito utilizadas em campanhas publicitárias.



9 – Conjunções

As conjunções são empregadas para conectar dois termos parecidos gramaticalmente. Elas são classificadas em:

  • Conjunção coordenativa: explicativas, aditivas, conclusivas, adversativas e alternativas.
  • Conjunção subordinativa: proporcionais, integrantes, finais, causais, temporais, comparativas, consecutivas, concessivas, conformativas e condicionais.

10 – Advérbios

O advérbio tem a função de modificar um verbo, um adjetivo ou outro advérbio. Os advérbios são classificados conforme o contexto e circunstâncias que expressam:

  • Dúvida;
  • Modo;
  • Afirmação;
  • Modo;
  • Negação;
  • Intensidade;
  • Tempo;
  • Lugar.

Como estudar as classes morfológicas?

Morfologia

Para dominar cada uma das 10 classes de palavras, é importante estudar detalhes delas, analisando o conceito e também fazendo listas de exercícios específicos. Esse estudo dará muito mais segurança na hora de aprender os conteúdos de Língua Portuguesa, fazendo com que o aluno tenha domínio do assunto.

O estudo das classes morfológicas também é recomendado para pessoas que estão se preparando para o Enem, vestibulares e concursos públicos, já que esse é o conteúdo mais cobrado nas provas de todo Brasil.

Termo morfologia em outras áreas

Além da palavra morfologia ser empregada no estudo da Língua Portuguesa, ela muitas vezes é mencionada no campo da biologia, geologia etc. No entanto, os contextos são bem diferentes.

Exemplos:

  • Morfologia humana;
  • Morfologia vegetal;
  • Morfologia das bactérias etc.

Para conferir conteúdos detalhados sobre as classes de palavras estudas pela morfologia, confira nossos conteúdos sobre artigos, substantivos, adjetivos, verbos, pronomes, preposições, numerais, interjeições, conjunções e advérbios.

Imagens: educacao.uol.com.br / studypug.com