Função Emotiva ou Expressiva – O Que é, Exemplos, Aplicação


Saber o que é função emotiva ou expressiva faz toda diferença para escrever e fazer redações melhores e se comunicar de forma mais fácil no dia a dia, seja por meio da escrita ou da fala. Para saber todos os detalhes sobre essa função e ver exemplos práticos, confira nosso artigo.

O Que é Função Emotiva ou Expressiva?

Função emotiva ou expressiva consiste no uso mais intensivo da subjetividade (opinião/sentimento/anseio íntimo de cada indivíduo). Dessa maneira, o objetivo dessa linguagem é emocionar o leitor e fazer com que o ponto de vista apresentado seja sempre o do emissor.

Vale frisar que a função emotiva é uma das 6 funções da linguagem. As outras 5 funções são:



  • Referencial;
  • Poética;
  • Fática;
  • Conativa;
  • Metalinguística.

Uma das características comuns adotadas na função emotiva ou expressiva é a pontuação com exclamações, interrogações e reticências, fortalecendo a mensagem de subjetividade e entonação de caráter emotivo.

A função emotiva ou expressiva é muito presente em narrativas mais românticas ou dramáticas.

Características da Função Emotiva ou Expressiva

Vejamos agora um resumo das características presentes na linguagem emotiva ou expressiva:

  • Discurso realizado na primeira pessoa do singular ou do plural;
  • Discurso subjetivo;
  • Discurso com grande presença de determinados sinais de pontuação, principalmente exclamação (!) e reticências (…);
  • Discurso feito com o objetivo principal de emocionar ou comover os leitores.

Exemplos de Função Emotiva ou Expressiva

Exemplo 1 – Poema

“Eu, que tenho sofrido a angústia das pequenas coisas ridículas,
Eu verifico que não tenho par nisto tudo neste mundo.

Toda a gente que eu conheço e que fala comigo
Nunca teve um ato ridículo, nunca sofreu enxovalho,
Nunca foram senão príncipes, todos eles príncipes na vida…



Quem me dera ouvir de alguém a voz humana
Que confessasse não um pecado, mas uma infâmia,
Que contasse, não uma violência, mas uma covardia!
Não… São todos o Ideal, se os ouço e me falam.
Quem há neste largo mundo que me confesse que uma vez foi vil?
Ó, príncipes, meus irmãos,

Arre, estou farto de semideuses!
Onde é que há gente no mundo?”

(Fragmento do poema “Poema em linha reta”, de Fernando Pessoa)

Exemplo 2 – Frases



– Hoje estamos chorando todas as nossas perdas…tão cruéis!

– Ah, como é temível a vida!

– Estou tão triste… tão triste!

– “Não sou nada. Nunca serei nada. Não posso querer ser nada. À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo.” (Fernando Pessoa)



Diferença Entre Função Emotiva e Função Poética

Depois de saber sobre a função emotiva ou expressiva, é importante saber diferenciar essa forma de linguagem da função poética, o que muitas pessoas acabam confundindo.

O Que é Função Poética?

função emotiva ou expressiva

A função poética tem como principal característica a preocupação com a forma do discurso, ou seja, a estética da combinação de palavras ao transmitir a mensagem.

Essa função é muito observada na literatura e, como mencionamos, é bastante confundida com a função emotiva ou expressiva.

Para saber diferenciar as duas funções é importante ter claro que:

– a maior preocupação da linguagem poética é com a mensagem em si, enquanto que na linguagem emotiva, o objetivo é emocionar.

Características da Função Poética

  • As palavras geralmente são empregadas no sentido conotativo (figurado);
  • Há uso de uma ou mais figuras de linguagem;
  • A preocupação central é com a mensagem em si e a forma com a qual ela será transmitida.

Exemplos da Função Poética

Exemplo 1

“João amava Teresa que amava Raimundo
que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili
que não amava ninguém.
João foi para os Estados Unidos, Teresa para o convento,
Raimundo morreu de desastre, Maria ficou para tia,
Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto Fernandes
que não tinha entrado na história.”

(Quadrilha, Carlos Drummond de Andrade)

Exemplo 2

“De tudo, ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.”

(Soneto de fidelidade, Vinícius de Morais.)

Depois de aprender sobre função emotiva ou expressiva, fique por dentro dos nossos outros conteúdos sobre língua portuguesa e redação. Eles farão toda diferença para suas notas escolares e ótimos resultados nas provas mais importantes do país (Enem, Concursos etc.).

Imagens: hypeness.com.br / estaciocursoslivres.com.br