Eficiência e Eficácia – Diferença e O que é (Entenda com Exemplos)


Aprender qual a diferença entre eficiência e eficácia é item essencial principalmente para os estudantes e profissionais das áreas de administração e vendas, já que diariamente eles lidam com esses termos nas empresas. Para saber definitivamente como diferenciar o significado dessas palavras, confira nosso post.

Qual a diferença entre Eficiência e Eficácia  (O que é)

De acordo com o dicionário, a palavra eficiência refere-se à capacidade de ser efetivo, ou seja, quando alguém ou algo é capaz de agir com competência, produtividade e conseguir os melhores rendimentos com o mínimo número de erros ou desperdícios (de tempo, de recursos materiais etc.).

O dicionário define eficácia como a capacidade de garantir a segurança quanto ao melhor resultado, fazendo com que as ações sejam quase infalíveis.



Afinal, qual a diferença entre eficiência e eficácia?

No ambiente empresarial, os gestores definem a diferença entre eficiência e eficácia da seguinte forma:

Eficiência = fazer certo as coisas.

Eficácia = fazer as coisas certas (e precisas).

Com base nessas definições simples, podemos entender que a eficiência está relacionada ao cumprimento de certas rotinas de maneira certa. Por exemplo, um funcionário que chega todos os dias no horário certo para trabalhar, que preenche um formulário de forma correta, que entrega uma mercadoria ao seu destino etc. é considerado eficiente, já que ele cumpriu adequadamente com algo esperado.

Já a eficácia vai mais além. Ela tem muita relação com o poder de assertividade e de fazer algo além do esperado. Eficácia pode ser entendida como a tomada de uma decisão com alto impacto positivo para a empresa, superação de uma meta, desenvolvimento de uma estratégia inovadora etc.

Vejamos outro exemplo

Para entender ainda melhor qual a diferença entre eficiência e eficácia, suponhamos que, na linha de produção, uma máquina apresente um defeito e pare de funcionar. Um dos operadores, o José, desliga a máquina e chama seu superior para que seja verificado o problema. Podemos dizer que ele agiu de forma eficiente, ou seja, tomou uma atitude adequada e esperada de acordo com a situação.



Agora suponhamos que, diante do mesmo problema na área de produção (uma máquina quebrada), o funcionário João decide verificar uma possível solução antes de chamar seu superior e a máquina volta a funcionar. Suponhamos ainda que, caso a máquina não volte a funcionar, João a observe atentamente procurando identificar o possível problema para apenas depois disso chamar seu superior. Podemos dizer que João foi eficaz, pois fez algo além do esperado buscando uma solução mais rápida e estratégica para o problema.

Nível estratégico x nível operacional

Entender qual a diferença entre eficiência e eficácia também envolve a compreensão de como funciona o nível estratégico e operacional. Funcionários que atuam no nível operacional tendem a ser mais eficientes, ou seja, seguir normas e padrões já estabelecidos, sem exercer o poder de tomar decisões mais estratégicas.

Já os funcionários que atuam nos níveis estratégicos precisam aprender a pensar com eficácia, ou seja, identificar as causas dos problemas e não os efeitos. Desse modo, para que um profissional consiga promoções na empresa em que trabalha e melhores resultados quanto ao comprimento de metas e objetivos, é essencial que ele aprenda a exercitar sua capacidade de ser eficaz e de pensar de maneira estratégica.

Essa é uma das características mais valorizadas pelos gestores de todas as empresas, sejam elas pequenas, médias ou grandes organizações, estando entre as mais determinantes sobre qual a diferença entre eficiência e eficácia.



5 dicas para ser mais eficaz

Qual a diferença entre eficiência e eficácia

Depois de saber qual a diferença entre eficiência e eficácia, é interessante pensar e colocar essas dicas em prática para que a vida profissional prospere, seja para quem atua em empresas, em órgãos públicos ou no caso de quem tem um negócio próprio. Vamos às dicas.

1 – Pense antes de fazer, evitando tomar decisões precipitadas. Tire alguns minutos para pensar na causa do problema e não nos efeitos.

2 – Sempre busque informações com pessoas que saibam mais, já que elas poderão ensinar lições preciosas que poderão ser utilizadas no momento certo.



3 – Estude constantemente para descobrir maneiras mais eficazes de fazer um trabalho, melhorando os resultados e proporcionando grandes benefícios para outras áreas da empresa.

4 – Ler livros sobre planejamento estratégico, já que eles são de imensa ajuda para ajudar a compreender a importância da eficácia.

5 – Observar bem o contexto de determinado problema antes de tomar uma decisão, buscando ver a situação por cima e não se colocar no “olho do furacão.”

Com todas essas dicas, além de você saber qual a diferença entre eficiência e eficácia, suas chances de ser promovido aumentarão graças aos resultados de uma melhor visão estratégica.

Imagens: blog.bling.com.br / blessrh.com.br