Adjunto Adnominal – Definição, Exemplos de Frases e Resumo


adjunto adnominal

O adjunto adnominal é um dos conteúdos estudados na Língua Portuguesa, atuando como termos acessórios das orações. Para saber todos os detalhes sobre esse tipo de adjunto e ter excelentes notas, confira nosso post.

O que é adjunto adnominal?

Consiste em um termo da oração que sempre faz referência a um substantivo que atua como núcleo de um termo, com o objetivo de determiná-lo, indeterminá-lo ou caracterizá-lo. O adjunto adnominal recebe essa classificação justamente por referir-se aos substantivos, classe de palavras que dá nome aos seres.

Exemplo de adjunto adnominal

Os dois primeiros colocados disputarão a medalha de ouro.



  • Os = adj. adnominal
  • Dois = adj. adnominal
  • Primeiros = adj. adnominal
  • Colocados = substantivo que atua como núcleo do sujeito
  • a = adj. adnominal
  • Medalha = substantivo que atua como núcleo do objeto direto
  • de ouro = adj. adnominal

No meio do adjunto adnominal e do substantivo ao qual ele faz referência não há outro termo da oração, a não ser outro(s) adjunto(s) adnominal(is). Vejamos.

  • Os alunos inquietos saíram da sala.
  • Os alunos saíram inquietos da sala.

Na primeira frase, a palavra inquietos é um adjunto adnominal, já que ela caracteriza o substantivo alunos sem a necessidade de utilizar outro termo para mediar.

Já na segunda frase, a palavra inquietos tem a função de predicativo do sujeito, servindo para caracterizar o substantivo aluno (núcleo do sujeito) por meio de um verbo.

Qual a diferença entre adjunto adnominal e complemento nominal?

Nas situações em que uma preposição introduz o adjunto adnominal, é possível que ele seja confundido com o complemento nominal. Para evitar essa confusão na hora da classificação, é necessário observar duas regras:

1 – Se o termo introduzido por preposição estiver ligado a adjetivo ou advérbio, sem dúvida alguma será um complemento nominal, já que, como já vimos, o adjunto adnominal sempre faz referência a um substantivo.

Exemplos:



Era favorável ao divórcio.

  • favorável = adjetivo
  • ao divórcio = complemento nominal

Depôs favoravelmente ao réu.

  • favoravelmente = advérbio
  • ao réu = complemento nominal

2 – Se o termo introduzido por preposição estiver ligado a substantivo, será:

A – adjunto adnominal, caso tenha sentido ativo:



Exemplo:

A resposta do aluno foi satisfatória. (o aluno deu a resposta: sentido ativo)

  • do aluno = adj. adnominal

B – complemento nominal, caso tenha sentido passivo:

Exemplos:

A resposta ao aluno foi satisfatória. (o aluno recebeu a resposta: sentido passivo)

  • ao aluno = complemento nominal

As reclamações do técnico aos jogadores tinham fundamento. (o técnico fez reclamações: sentido ativo; os jogadores receberam as reclamações: sentido passivo.)

  • do técnico = adj. adnominal
  • aos jogadores = complemento nominal

Diferença entre adjunto adnominal e predicado

Enquanto o adjunto adnominal faz referência a um nome sem mediação de verbo, o predicativo sempre estará relacionado a um nome por meio de verbo. Desse modo, o adjunto adnominal, ao contrário do predicativo, não atua como um termo autônomo. Isso significa que ele não ocorre por si só, mas é sempre parte de um outro termo.

Exemplo:

O elegante Henrique compareceu ao casamento.

Nesse caso, o adjetivo elegante possui a função sintática de adjunto adnominal, pois se liga ao nome Henrique sem que ocorra mediação de verbo, e faz parte do sujeito.

Exemplo:

Pedro compareceu ao casamento elegante.

Já nessa oração, o adjetivo elegante possui a função sintática de predicativo do sujeito, já que ele se liga ao nome Pedro, que funciona como sujeito, por meio de verbo.

Morfossintaxe do adjunto adnominal

adjunto adnominal

 Os adjuntos adnominais podem ser representados por diversas classes de palavras, sendo necessário saber quais são elas e como isso ocorre. Vejamos.

A – Artigo

Exemplo: A menina chegou.

B – Numeral adjetivo

Exemplo: Três meninas chegaram.

C – Pronome adjetivo

Exemplo: Aquelas meninas chegaram.

D – Pronome pessoal oblíquo (tem a mesma função do pronome possessivo)

Exemplo: Roubaram-me os documentos (corresponde a: roubaram os meus documentos)

E – Adjetivo

Exemplo: Meninas tristes chegaram.

F – Locução adjetiva

Exemplo: Meninas da capital chegaram.

G – Oração subordinada

Exemplo: Nós desejamos que sua vida seja boa.

Além de estudar esse conteúdo sobre adjunto adnominal, recomenda-se fazer listas de exercícios específicos sobre este assunto, ficando 100% o aprendizado. Também é necessário estudar sobre outro tipo de adjunto, o adjunto adverbial. No entanto, esse já é assunto para outro post.

Imagens: unicesumar.edu.br / vnwriter.net