Como Lidar com a Escrita em Sala de Aula


Aprender como lidar com a escrita em sala de aula é a maior dúvida dos educadores de todo Brasil. Com o avanço e uso frequente de celulares, tablets e computadores pelas crianças, o processo de escrita tem sofrido mudanças que devem ser consideradas. Para saber todos os detalhes sobre este assunto e desenvolver o prazer da escrita e do aprendizado, confira nosso artigo.

Como lidar com a escrita em sala de aula – 5 estratégias pedagógicas

1 – Estimular a observação

Como lidar com a escrita em sala de aula envolve estimular o senso de observação das crianças e adolescentes quanto ao mundo que os rodeia. Quando as pessoas aprendem a se encantar com os detalhes que as cercam, elas naturalmente querem descrever as sensações, emoções e percepções. Isso estimula naturalmente a vontade de escrever frases e pequenos textos, o que ajuda no desenvolvimento da escrita como um todo.

A dica de como lidar com a escrita em sala de aula é estabelecer atividades ou tarefas escolares que envolvam a descrição de um ambiente, uma paisagem, um parque, um animal etc. usando as palavras da criança ou adolescente. O tamanho do texto deve ser definido de acordo com a idade e nível de alfabetização.



2 – Favorecer o pensamento

Ao buscar saber como lidar com a escrita em sala de aula, as escolas quase sempre transmitem ideias prontas e já formatadas. Isso de alguma forma pode prejudicar a capacidade de expressão do pensamento das crianças. Por mais que a metodologia usada deva seguir algumas regras, é essencial favorecer o exercício do pensamento, convidando as crianças a escreverem o que elas pensam sobre determinado assunto, um livro que leram, um acontecimento etc.

Estimular o pensamento também envolve adotar livros adequados para cada idade, que tragam informações e vivências que enriqueçam o conhecimento das crianças e adolescentes e que também tenham relação com o universo deles.

3 – Incentivar a leitura

A leitura é a melhor amiga para ensinar como lidar com a escrita em sala de aula. Quem lê mais naturalmente se desenvolve mais rápido na escrita e sente o desejo de escrever mais e melhor. Portanto, é essencial criar atividades de incentivo à leitura na sala de aula, em casa e até mesmo colocar a leitura como forma de lazer. É importante não tratar a leitura somente como uma obrigação, mas como uma forma de alegria, descoberta e conhecimento, fazendo que as crianças e adolescentes tenham uma visão muito mais abrangente do mundo.

Nas reuniões com os pais também deve ficar clara a importância de desenvolver o hábito da leitura nos filhos por meio de livros que estejam de acordo com a idade e nível escolar deles. Essa é uma necessidade frequente que ajuda a desenvolver formas de como lidar com a escrita em sala de aula.

4 – Desenvolver a criatividade

Como lidar com a escrita em sala de aula

Saber como lidar com a escrita em sala de aula requer desenvolver a criatividade. Isso envolve o trabalho dos professores e também a capacidade criativa das crianças. Para os professores, a dica é ler livros que falam sobre as melhores estratégias de desenvolver a criatividade. Com base em novas ideias, é possível elaborar atividades pedagógicas que estimulem a criatividade dos alunos.



Uma mente criativa deseja registrar suas ideias e é justamente aí que a escrita aparece e as crianças e adolescentes apresentam grandes avanços nessa área. Essas são algumas dicas de livros que estimulam o pensamento criativo e fazem você aprender como lidar com a escrita em sala de aula:

  • Design Thinking: uma metodologia poderosa para decretar o fim das velhas ideias – Tim Brown
  • Criatividade S.A – Ed Catmull
  • Design Thinking Brasil – Tennyson Pinheiro e Luis Alt
  • O Poder da Empatia: a arte de se colocar no lugar do outro para transformar o mundo – Roman Krznaric

Aprender como lidar com a escrita em sala de aula requer constante aperfeiçoamento com leituras e cursos de outras áreas, o que enriquece muito o processo educacional.

5 – Usar atividades lúdicas

Estratégias de como lidar com a escrita em sala de aula envolvem muitas vezes atividades lúdicas, mais leves e que estimulem naturalmente a escrita. Alguns exemplos dessas atividades são:

  • Apresentar o alfabeto completo através de modelagem de palavras com massinhas ou materiais de colorir;
  • Pequenos resumos de filmes;
  • Eu jornalista – atividades nas quais os alunos devem descrever uma paisagem, um animal, uma planta etc. e apontar todas as características positivas;
  • Atribuir um aspecto brincalhão a cada letra do alfabeto, fazendo que as crianças se familiarizem mais com elas;
  • Elaborar cartazes bem coloridos com colagens de jornais e revistas com pequenas frases, letras grandes e imagens.

Além de saber como lidar com a escrita em sala de aula, confira nossos demais conteúdos sobre educação, especialmente elaborados para alunos e professores.



Imagens: eduworld.sk / scarymommy.com