Atividades de Português para o 3º ano para imprimir – Sala de Aula


As Atividades de Atividades de Português para o 3º ano para imprimir e usar na sala são fundamentais para o desenvolvimento da criança, já que estimular a leitura, raciocínio e criatividade, é realmente muito educativo usar das atividades amigáveis na escola.

Atividades de Português para o 3º ano para imprimir

 

atividades-de-portugues-para-o-3-terceiro-ano atividades-de-portugues-para-o-3-terceiro-ano-2



atividades-de-portugues-para-o-3-terceiro-ano-3

atividades-de-portugues-para-o-3-terceiro-ano-4

Educação e as atividades

Em uma educação libertadora, os pontos (notas, conceitos) devem servir de brincadeiras estimulantes para as crianças, devem ser vistos como um jogo. As vitórias e derrotas devem ser dispersas pelos grupos. A nota individual deve ser utilizada o mínimo possível.

Todos os trabalhos feitos pelas crianças devem servir para diagnosticar como elas pensam, que estrutura estão utilizando ao resolver problemas, para que possamos organizar-lhes tarefas correspondentes ao seu nível mental, de maneira gradualmente mais complexa, possibilitando, assim, estimular seu desenvolvimento de uma maneira contínua e, pensando em tudo isso as Atividades de Português para o 3º ano para imprimir são de grande ajuda.

Quando uma criança erra uma tarefa proposta, ela denuncia, apenas, a ausência da estrutura mental para resolvê-la (quando, evidentemente, não for um problema de ordem afetiva).

É necessário que se encare os resultados dos trabalhos realizados pelas crianças como um índice de suas necessidades ao invés de vê-los como uma -sentença e, por isso Atividades de Português para o 3º ano para imprimir podem ser tão boas.



É interessante colocar que Jean Piaget iniciou seus estudos pesquisando as razões que levavam as crianças a responder errado as questões dos testes de inteligência.

O que funciona?

Como Piaget, os professores deveriam, de maneira geral, tomar os erros como os indicadores das estruturas cognitivas das crianças e servir-lhes para que se façam as perguntas: o que devo fazer agora? recomeçar? propiciar mais experiências? etc.

O Colocar “certo” e “errado” em cadernos e provas não modifica em nada a realidade cognitiva da criança, e decorar respostas, sabemos que é o caminho mais seguro para o esquecimento.

Um exemplo: damos uma série de cartões com objetos, plantas, bichos e pessoas desenhados. Pedimos que as crianças os separem e/ou juntem-nos, formando conjuntos.



Uma criança junta “todos, os seres vivos” (pessoas, bichos e plantas) e os «não-vivos” e uma segunda criança separa-os, formando vários agrupamentos pelo USO que se faz dos objetos (de comer, de beber, de vestir, etc.). Ora, não poderíamos dizer que uma acertou e a outra errou.

Esses resultados nos fornecem importante dado sobre as crianças. Sabemos que a primeira utilizou uma estrutura cognitiva OPERATÓRIA (inclusão de classes) ao passo que a segunda usou uma estrutura cognitiva PRÉ OPERATÓRIA (coleções figurais).

Ninguém acertou, ninguém errou; o que podemos dizer é que uma usa determinada estrutura para a resolução de problemas e a outra usa uma outra estrutura.

Devemos procurar, pois, em cada «erro” da criança, buscar as atividades que devem ser propostas e estimular seu desenvolvimento.

Gostou do nosso artigo sobre Atividades de Português para o 3º ano para imprimir? Compartilhe!

Fontes: 

desenhoseatividades.com
educarx.com
educacaoetransformacao.com.br
espacoeducar.net