Prosopopeia | Personificação – Figuras de Linguagem – Exemplos e O que é?

prosopopeia-personificacao

 

Personificação é o mesmo que Prosopopeia. Representam figuras de linguagem capazes de atribuir a seres irracionais ou a objetos inanimados, ações, qualidades e sentimentos que são próprios dos seres humanos.

São categorizadas como figuras de pensamento. A Personificação é também conhecida como Prosopopeia, Animismo ou Antropomorfismo.

Personificação / Prosopopeia como Figura de Linguagem e Pensamento

Como toda figura de linguagem, a Personificação / Prosopopeia privilegia o aspecto conotativo.  Empresta ao texto a subjetividade própria deste estilo. E é considerada figura de pensamento, pelo fato de trabalhar com significados escondidos.  Ou seja que estejam implícitos na expressão ou vocábulo.

É desta forma que através dela podemos dar vida a qualquer objeto ou animal. Ou melhor dizendo, ela nos permite “personificar” seres inanimados e irracionais.

Esta figura de linguagem, que também podemos chamar de figura de estilo ou de retórica, nos apresenta um lado bastante interessante da Língua. Ela põe à nossa disposição um recurso estilístico capaz de ampliar as possibilidades de criação. É estratégia que permite que todos os seres tenham voz, atividades, sensações e sintam emoções.

Personificação:   Encanta, Inspira e Atrai

Qual autor, leitor ou falante de nossa língua não se encanta com as características destes recursos, tomando de vez suas alternativas tão ricas?  Exatamente por seu cunho atrativo e inspirador, é que estas figuras são tão comumente utilizadas.

Qualquer de nós pode exemplificá-las. Seja relembrando alguma música, algum poema ou mesmo recorrendo a uma conversa corriqueira de nosso cotidiano. Esta facilidade de encontrar exemplos é sinal de que é uma alternativa que cativa a todos nós.

Confira abaixo alguns exemplos de Personificação / Prosopopeia.

Exemplos de Personificação / Prosopopeia

Veja abaixo, como é simples encontrá-las nas situações de nosso dia a dia.

Observe os exemplos e não deixe de ler as justificativas entre parênteses para entender onde está a Personificação ou Prosopopeia.

  • Pelo caminho nos deparamos com uma “nevasca cruel”. – (A nevasca é considerada como portadora de um sentimento – a crueldade.)
  • “Ora, chora cavaco, ora chora viola”, Já disse pro samba que eu não vou me embora” (Candeia – no samba “Lá vai Viola”) (Aqui a viola e o cavaco são capazes de chorar.)
  • Nada mais pude fazer, a não ser aceitar a “sinistra face da morte”. (A morte ganha uma face e assume a característica de ser sinistra)
  • Oh! Que “noite cruel e nefasta”. (Neste caso, é a noite que ganha características de seres vivos.)
  • E o “sol encantado” com sua beleza, “sorria”. (O sol se anima nestes versos. Se encanta com a beleza e ganha a capacidade de sorrir)
  • As “ondas beijavam” a areia branca da praia. (Ondas praticam a ação de beijar.)

Confira abaixo alguns exemplos de Personificação / Prosopopeia na Poesia.

 

Exemplos de Personificação ou Prosopopeia na Poesia

A poesia é um gênero literário que muito se utiliza destas figuras de pensamento. Raramente encontramos textos líricos sem a presença da Personificação ou Prosopopeia. Talvez seja por isto, que tanto nos fascinam os versos de poetas como:

  • Vinícius de Moraes na poesia “Borboletas”

“Brancas

[…]

[…]

E pretas.

“Brincam na luz”

Borboletas brancas

… “Alegres e francas”

… Azuis

“Gostam muito de luz” …

(Vinícius atribui às borboletas a ação de brincar, a capacidade de possuírem alegria, franqueza e de gostarem de luz.)

 

Exemplos de Personificação / Prosopopeia na Música

Estas figuras de estilo estão sempre presentes também na música.

Veja exemplos:

  • Na letra de Chico Buarque de Holanda

A Banda

Estava à toa na vida …

[…]

A “rosa triste” que vivia fechada se abriu.

[…]

Pra ver a banda passar…

(Neste caso Chico Buarque atribui à rosa um sentimento de tristeza).

  • Mais um exemplo encontramos no Samba Enredo Do GRES Em Cima da Hora.

“Os Sertões”

Marcado pela […] natureza

O Nordeste …Brasil

Oh! “Solidário Sertão”

De sofrimento e solidão.

(No 3º verso aqui exposto encontramos Personificação. O Sertão toma de empréstimo a capacidade de ser “solidário”.)

  • Chico Buarque novamente nos presenteando com seu talento, atribui vida aos letreiros e às vitrines da canção abaixo. Confira:

As Vitrines – de Chico Buarque de Holanda

[…]

“Os letreiros a te colorir”

…também posso ver

“As vitrines te vendo passar”.

  • Cazuza também usa Prosopopeia na música Exagerado. Onde acusa a “paixão” de ser “cruel” e “desenfreada”. Observe o trecho:

“Paixão cruel, desenfreada”

…mil rosas roubadas.

[…]

Exagerado. Jogado a teus pés…

 

  • E mais uma de Vinícius:

Gente Humilde

São casas simples,

Com … na calçada

E na fachada …

…que é um lar

Pela varanda “flores tristes e baldias”

Como a “alegria que não tem onde encostar”

(A Prosopopeia está caracterizada nas flores que ficam tristes e baldias e na alegria que procura um lugar para encostar.)

Conclusão

Personificação ou Prosopopeia são usadas também no teatro, na TV e nas propagandas quando animais e objetos se animam. Criam vida para nos transmitir uma mensagem mais expressiva e significante. Agora que você já sabe o que é Personificação / Prosopopeia e é capaz de identificá-las, com certeza conseguirá reconhecê-las nestes meios.

Os trechos poéticos dos poemas e músicas utilizadas como exemplo foram retiradas dos sites: http://pensador.uol.com.br/ e https://www.vagalume.com.br

Assuntos Variados:

Ela emagreceu 12kg de forma natural

Aprenda os Segredos da Maquiagem Perfeita
Livro: Renda Extra nas Horas Vagas
 
Publicidade