Metonímia – Figura de Linguagem – Exemplo – O que é?

metonimia

 

Metonímia possibilita a troca de um termo por outro. Conheça sua definição. Os tipos e variações. Veja muitos exemplos de Metonímia. Reconheça-a no cotidiano.

 

O que é Metonímia?

Metonímia é a figura de linguagem que possibilita troca de um termo por outro de mesma similaridade. Para conceituá-la com maior clareza podemos dizer que é definida como a substituição de uma palavra por outra, quando há relação de contiguidade, ou seja, proximidade de sentido entre elas.  É a substituição de palavras que guardam uma relação de sentido entre si.

Exemplos:

A viagem à Lua significou um grande avanço para o “homem. (Neste caso a palavra homem foi empregada no lugar de “humanidade”. A parte foi citada para substituir ou representar o todo.)

Eu uso sempre “Bombril”. (Aqui a palavra Bombril substitui palha de aço. O nome da marca substitui o produto.)

Tipos de Metonímia

Esta figura de palavra acontece de diversas formas. Observe os casos em que ocorre e veja alguns exemplos:

Quando troca-se o autor pela obra.

Exemplos:

Ela adora “ler Jorge Amado”.

Mais um exemplo de Metonímia:

Você precisa “ler Shakespeare”.

Nestes casos o nome da obra é suprimido do texto, ou seja é substituído pelo nome do autor. Entendemos que nem Jorge Amado nem Shakespeare são lidos, e sim seus livros.

Quando o continente é substituído pelo conteúdo.

Exemplos:

  • Os meninos comeram dois “pratos” no jantar.
  • Tomamos 3 “garrafas” de cerveja.
  • Comi 1 “lata” de atum.

Todos sabem que não é possível ingerirmos “pratos”, “garrafas” e “latas”. O que aconteceu foi que nos alimentamos do conteúdo destes recipientes. O continente que é a embalagem foi trocado pelo produto (conteúdo).

Se trocarmos o inventor por seu invento.

Exemplos:

  • Ele chegou em um “Ford.
  • Thomas Edisoniluminou o mundo.
  • Graham Bell eliminou as distâncias.

Nestas frases acima notamos que o nome do inventor substitui o invento.  “Ford” está no lugar de carro. Henry Ford revolucionou a produção de carros e fundou a Ford Motor Company.

Thomas Edison inventou a luz elétrica. Quem ilumina é a lâmpada elétrica descoberta por ele.

Graham Bell é o inventor do telefone, que acaba com o problema da distância entre as pessoas.

 

Quando se toma o abstrato pelo concreto, ou vice-versa

Exemplos:

Não resisti aos apelos daquela “meiguice”.

Meiguice indica uma pessoa meiga, singela.

Caso o símbolo seja trocado pela coisa ou entidade.

Exemplo:

Pela “cruz” vencerás.

A cruz simboliza a fé do cristão, sua crença e confiança em Deus.

 

Se o efeito for tomado pela causa ou vice-versa.

Exemplos

Ganharás o pão com o “suor de teu rosto”.

ou

Respeito seus “cabelos brancos”.

Observamos que a palavra trabalho foi substituída pela expressão “suor de teu rosto”. Podemos entender que o suor é o efeito, pois é a causa de muito trabalho.

Na segunda frase “cabelos brancos” é o efeito causado pela idade avançada de alguém.

Variações da Metonímia

Esta figura de linguagem possui ainda algumas variações:

Antonomásia

Antonomásia – É a troca de um nome por uma expressão, ou por outro nome que caracterize uma qualidade, ou um fato identificador.

Exemplos:

O “Apóstolos dos Gentios” revolucionou o mundo com sua pregação.

O Apóstolo dos Gentios refere-se a São Paulo, grande defensor da fé cristã, que levou ao povo Gentio a mensagem de Cristo.

O “Águia de Haia” defendia a igualdade e o abolicionismo.

Águia de Haia refere-se a Ruy Barbosa, que recebeu este codinome por ocasião de seu notável discurso na II Conferência da Paz, na Holanda.

livro-Metonimia

Metalepse

Esta é uma figura de linguagem também considerada variação da Metonímia. Nela o termo antecedente é substituído pelo consequente. Ou ocorre a substituição do nome de algo, por outro nome, havendo relação de sentido entre eles.

Exemplo:

Pelo “suor” ganhas o pão de cada dia.

O suor é consequência de um trabalho árduo. A pessoa compra o pão com dinheiro que ganhou pelo trabalho, que provoca o suor.

Metonímia X Metáfora

Vale esclarecer que há diferença entre Metonímia e Metáfora, apesar de ambas serem figuras de linguagem. A metáfora estabelece, mesmo que não claramente, uma comparação. Sabemos que uma comparação está sendo feita apesar de não aparecerem os termos comparativos.

Na Metonímia uma palavra é substituída por outra, quando os dois termos possuem uma proximidade de sentido. (Contiguidade). Ela pode ocorrer de várias formas no texto, conforme vimos acima (tipos).

Para reconhecê-la no cotidiano

cotonete-exemplo-de-Metonimia

Assim como a Metáfora, Catacrese e outras figuras de retórica ou de Linguagem, a Metonímia é bastante usada na mídia, nas músicas, nos comerciais e poesias.

Ela faz parte de nossas vidas e muitas vezes nos deparamos com ela. Veja exemplos que vemos na propaganda, quando o nome da marca torna-se tão comum que passa a substituir completamente o nome do produto:

  • Cotonete (Produto de higiene :haste com ponta de algodão) – Cotonete é a marca de um produto da Johnson & Johnson
  • Band-Aid (Curativo: trata-se do nome da marca e não do produto)
  • Danone- (marca de um iogurte)
  • Maizena (marca de amido de milho) – maisena com s é nome da farinha extraída do milho.

Identificar a figura de linguagem Metonímia é fácil, basta estar atento.

Assuntos Variados:

Ela emagreceu 12kg de forma natural

Aprenda os Segredos da Maquiagem Perfeita
Livro: Renda Extra nas Horas Vagas
 
Publicidade