Cacofonia – Figura de Linguagem – Exemplos e O que é?

cacofonia

 

Cacofonia é um Vício de Linguagem. Consiste em sons produzidos pela junção do final de um vocábulo e começo de outro, que encontra-se a seguir. Ecoam desagradavelmente, causando tonalidades ridículas ou muitas vezes que levam à não distinção da mensagem.

A pronúncia emitida é, em certos casos, engraçada, mas, há também situações em que esta figura gera termos ofensivos ou inconvenientes.

Exemplos de Cacofonia

  • Dei um beijo na boca de (ca+ dela = cadela)
  • Não me preocupei, já que tinha terminado a prova. (ja + que+ tinha = jaquetinha)
  • Eu vi ela na praça. (vi+ ela= viela)
  • Ela tinha uma bolsa de couro. (la+ tinha= latinha)

Esta expressão sonora está entre os vícios linguísticos mais conhecidos. Mas, existem outros representantes deste tipo de figura de linguagem, como por exemplo Pleonasmo, que repete desnecessariamente uma informação; Ambiguidade que gera duplos sentidos; entre outros.


Cacofonia se revela no som

Este vício de linguagem se manifesta ao pronunciarmos as palavras, por isto é considerado um efeito acústico. Acontece devido ao encontro de determinados fonemas em palavras próximas. Ao serem pronunciados juntos, formam outras palavras de sentido inadequado, muitas vezes com significado obsceno.


Etimologia da palavra “Cacofonia”

A palavra tem origem etimológica em dois termos gregos. São eles: Kako e phóne, que unidos formam o vocábulo kakophónía, que significa “algo que soa mal”.

Vale notar que a Cacofonia não aparece somente na informalidade da fala ou em textos populares. Ela está presente até mesmo na literatura clássica. Podemos encontrar este desvio de linguagem em grandes obras literárias.

Exemplos de Cacofonia na Literatura

Como exemplo podemos citar Camões.

O poema “Alma Minha” revela até mesmo em seu título a presença deste vício.

Alma Minha – Luiz de Camões

Alma minha gentil que te partiste

(Quando lemos rapidamente este título, e também o verso inicial da poesia, acabamos pronunciando a sílaba “ma” emendada na palavra “minha” que vem logo a seguir. O som que ouvimos é “maminha”.


Curiosidades da Língua

Segundo alguns historiadores e estudiosos da língua, lá pelos idos tempos do século passado, havia uma excessiva preocupação com estes afastamentos do padrão da língua culta.  Palavras com encontros de fonemas que gerassem sons inconvenientes, ou seja que formavam outras palavras, eram chamadas de cacófatos.

Assim categorizadas frases e versos eram ditos como se ridicularizassem a língua.  Seus autores eram obrigados a se retratarem publicamente.  Camões, no entanto, escapou desta vigilância deixando-nos seu “Alma minha”.

(Referência: http://sualingua.com.br/2009/04/29/cacofatos/?topo=)


Cacófato ou Cacófaton

Os sons gerados por este desvio linguístico são também denominados Cacófatons ou Cacófatos. Estão presentes em nosso cotidiano. Permeiam nossa história literária. Surgem não intencionalmente em nossa escrita e fala. Podemos encontrá-los nas músicas, em poesias, em livros, e nas conversas.

Muitas vezes ocorrem de forma proposital em piadas, programas humorísticos, canções, histórias em quadrinhos. O objetivo, nestes casos intencionais é provocar o humor. Muitas vezes, estes Cacófatos geram formações inadequadas que levam à pronúncia de termos de baixo calão.

 

Temos alguns exemplos de Cacófatos ou Cacófatons

  • Já pensei em muitas coisas, mas nunca ni

(ca+ nisso – soa caniço)

  • Não ponha a culpa ne

pa+ nela – ouve-se panela

  • Uma mão lava a outra.

ma+ mão –  ouvimos mamão

  • Querida, só quero amá-la!

ma+ la – ressoa mala

  • Meu coração por ti ge

ti+ gela – o som pronunciado é tigela.

Nem nosso Hino Nacional escapou. Veja abaixo:

  • De um povo heroico o brado retumbante.

co+ brado – soa cobrado.

  • Qual carro é o seu?

O Celta cinza.

(A frase pronunciada é: “O céu tá cinza)

  • É um por cada

(por+ cada + porcada)

 

Cacofonia na Música

Na área da música é também conhecida. Se refere aos sons desafinados e discordantes que se unem. No campo musical o contrário deste desvio é a eufonia, que acontece quando dois sons se unem e ressoam agradavelmente.

Cacofonia leva a construções linguísticas que se manifestam através da pronúncia desagradável de fonemas que estão próximos. É muito comum principalmente na linguagem coloquial.

Assuntos Variados:

Ela emagreceu 12kg de forma natural

Aprenda os Segredos da Maquiagem Perfeita
Livro: Renda Extra nas Horas Vagas
 
Publicidade